ECCO 2019 - edifíciosECCO 2019 - data

Apoio Takeda

Apoio Gedii

quinta, 04 outubro 2018 16:48
Expert Insight

Inibidores do SGLT-2 e agonistas do GLP-1: "Resultados muito promissores"

A discussão sobre as insulinas basais foi um dos temas que mereceu a atenção da Dr.ª Joana Louro, assistente hospitalar de Medicina Interna no Centro Hospitalar do Oeste – Unidade de Caldas da Rainha. Satisfeita com a qualidade de algumas das apresentações trazidas ao congresso, a médica deixa a mensagem: "Um bom estudo, quando é realmente bem feito e bem estruturado, tem um impacto clínico importante e tem resultados nas políticas de saúde". Conheça os principais destaques da Dr.ª Joana Louro nesta entrevista em vídeo.

Vídeo

Para a Dr.ª Joana Louro, o debate sobre a escolha da melhor insulina basal foi muito interessante, com novos dados comparativos das insulinas degludec e glargina 300, bem como os dados "de vida real" dos estudos CONFIRM, BRIGHT e DUAL.

A médica também assistiu à sessão que marcou os 40 anos do estudo UKPDS e acredita que a sua grande mensagem – "reduzir a HbA1c é sempre bom" – se continua a traduzir numa redução da mortalidade cardiovascular. Mas atualmente o objetivo dos médicos não passa apenas por reduzir a HbA1c. Para melhorar a qualidade de vida dos doentes é essencial apostar numa abordagem multifatorial, neste sentido, as terapêuticas que incluem inibidores do SGLT-2 e agonistas do GLP-1, largamente debatidas neste congresso, têm revelado resultados "muito promissores", nomeadamente o que se refere à proteção renal e ao benefício cardiovascular.

Subscrever Newsletter do Congresso

Área Reservada